Visita ao parque do Ibirapuera - São Paulo


Já mostrei aqui um pouquinho da minha visita ao Museu do Futebol (Pacaembu) , hoje vou falar sobre o passeio no Parque do Ibirapuera.
A primeira vez que estive por lá foi em 2008, mas fui a noite, só para ver a famosa árvore de Natal, dessa vez fui em um domingo, durante o dia.
Eu realmente não tinha noção do tamanho do parque, ele é simplesmente enorme!
Não consegui tirar muitas fotos, pois estava chuviscando em alguns momentos e fiquei com medo de molhar a câmera.


O Parque tem 10 portões de acesso, que tem horários e atendimentos diferentes. Entramos por um e fomos à procura de um local para alugar bicicletas. Pelo caminho passamos por diversos espaços interessantes, um deles foi a Oca.
A Oca é um espaço para exposição que fica dentro do parque, já chegou abrigar o Museu da Aeronáutica de São Paulo, hoje abriga exposições itinerantes.


Foto retirada da internet


Passamos em frente ao prédio da Bienal. O prédio foi projetado por Oscar Niemeyer e já sediou e sedia até hoje, muitos eventos importantes, como a Bienal das Artes, São Paulo Fashion Week, e também congressos e feiras.




Para poder andarmos mais pelo parque, optamos por alugar bicicletas. Alugamos em lugar chamado "Flávio Bikes". O local é super organizado, para alugar você faz um cadastro com seus dados , ( é preciso ter em mãos Documento de Identidade e CPF) escolhe o tipo de bicicleta que quer (com cestinha, bolsinha) e eles fazem os ajustes necessários. O custo é de R$ 5,00 por hora, que é acertado ao devolver as bicicletas.
Eu gostei, porque  assim conseguimos andar por lugares que não teríamos a oportunidade de ver, devido ao pouco tempo que tínhamos.






Um espaço que achei muito interessante foi a Marquise, que até o momento em que estava escrevendo esse post, não sabia que levava esse nome. É um espaço onde as pessoas podem andar de skate e patins. Esse espaço é muitooooo grande. No dia em que fomos, havia muita gente. Bicicletas e longboarders não são permitidos nessa área, pois eles tem um espaço para isso. Passamos por lá de bicicleta e logo o guarda já veio nos alertar que lá bicicletas eram proibidas.


O parque possui ciclovias por 2745 metros (fora os acessos) , e os locais devem ser obedecidos, lugar de bicicleta é de bicicleta, de skate é de skate, e assim por diante, para não ocorrer acidentes.





Além de tudo isso que disse, o parque tem vários museus dentro, quadras, campinhos de futebol, uma feira de artesanato (não sei os dias que funciona, mas quando fomos
estava aberta), playgrounds, um lago lindo (eu vi cisne negro!!!) e muito mais.






Gente, como já disse o Parque é enorme, estou falando aqui sobre o que vi lá e visitei. E acredito que não vi nem metade, porque ao montar o post visitei alguns sites sobre o parque e descobri que lá tem coisas que eu nem imaginava, como: Bosque da Leitura, Jardim das Esculturas, Viveiro, entre outros. Se alguém tiver mais informações ou quiser dar alguma dica é só deixar nos comentários.

Espero que tenham gostado. 


beijos, Aline

Share:

0 comentários